top of page

A influência das cores na decoração – parte 2

Se você já usou frases como “verde de fome” ou “vermelho de vergonha”, já percebeu como as cores nos ajudam a expressar sentimentos e sensações! As cores têm um papel fundamental nas diferentes culturas ao redor do mundo, com diversas interpretações e entendimento sobre elas.



COR E CULTURA


A cor não é simplesmente o que enxergamos. Sua compreensão e importância é formada pelo encontro entre o mundo interno (a experiência do indivíduo) e externo (sociedade). Essa abordagem psicológica das cores foi proposta pela primeira vez pelo poeta e pensador alemão Johann Wolfgang von Goethe. Antes dele, as teorias explicavam as cores em termos de propriedades físicas da cor, mas ele buscava entender como a natureza humana nos faz responder à cor. Essa relação, inclusive, pode ser observada ao longo da história, demonstrando como os acontecimentos no mundo influenciam o uso das cores na moda e na decoração.



Nos anos 1930 e 1940, a depressão econômica e a 2ª Guerra Mundial pediam visuais mais sóbrios, marcando uma era cinzenta. Nos anos 1950, o fim das guerras e o crescimento econômico no ocidente trouxeram uma onda de otimismo, com novos aparelhos domésticos e o domínio de tons pastéis. A década de 1960 chega com uma sociedade mais liberal, valorizando a expressão pessoal e isso se refletiu nas cores fortes e vivas nas roupas e interiores. Esse espírito transgressor se intensifica nos anos 1970, trazendo com ele muito brilho, texturas plastificadas, tons de flúor e neon. Os anos 1980 marcam a evolução dos computadores, trazendo novas possibilidades de cores, enquanto os anos 1990 vão na contramão das últimas décadas, com o apogeu do minimalismo e da ausência de cor.


O surgimento das redes sociais e a valorização da individualidade, com o início do século XXI, trouxe de volta a experimentação e o ecletismo, através da convivência harmoniosa de diferentes estilos de morar e viver, refletindo diversas identidades e formas de se posicionar diante da sociedade local e do mundo global.


Nesse contexto, algumas agendas continuam a influenciar as tendências de cores para os próximos anos, como a ecologia e a biofilia, por meio de tonalidades que remetam à natureza, com nuances suaves, quase imperfeitas; os tons metálicos, em referência aos avanços na tecnologia, produzidos através de acabamentos especiais; e as cores brilhantes e estampas coloridas, inspiradas na diversidade de culturas compartilhada com todo o mundo através da globalização.




O CÍRCULO CROMÁTICO




Na decoração, temos um facilitador para criar composições de cores harmoniosas, que combinem entre si, de acordo com a intenção e proposta de cada espaço: o Círculo Cromático! Trata-se de um gráfico circular, composto por 12 cores, criadas a partir da mistura dos tons primários azul, vermelho e amarelo. Aqui na Avanti Tapetes, contamos com um recurso inspirado nessa proposta, que é o nosso cocar de cores!


As combinações monocromáticas, que adotam uma mesma tonalidade em intensidades diferentes, e as cores análogas, “vizinhas” no círculo cromático, transmitem a sensação de harmonia e sofisticação. Além disso, passam mensagens diferentes de acordo com a temperatura e saturação escolhida - cores quentes são ideais para ambientes mais descontraídos e acolhedores, já as cores frias conferem elegância e serenidade.


Já as cores complementares, opostas no círculo cromático, trazem contraste e são ótimas para ambientes onde queremos estimular a criatividade, trazer alegria e personalidade. Alguns exemplos são: azul e laranja, verde e vermelho, amarelo e roxo.






TAPETES AVANTI


Para facilitar a busca pela cor ideal do seu tapete, reunimos abaixo alguns dos nossos modelos por cores, que associadas ao círculo cromático, podem te ajudar a compor ambientes elegantes, cheios de personalidade e de acordo com a proposta desejada!


VERMELHOS E ALARANJADOS: As cores mais vibrantes do nosso cocar de amostras, compõem ambientes que expressam vivacidade, alegria e emoção. São tonalidades para ambientes expressivos e cheios de personalidade.


ROSA: Os tons rosados não são uma exclusividade de ambientes infantis: eles expressam suavidade e delicadeza, mas de acordo com a composição e saturação podem trazer um toque de ousadia e sofisticação.


AMARELO: A cor da alegria e do otimismo, também transmite a percepção de atenção e foco; ela se destaca em meio a tonalidades mais neutras, atraindo o olhar.





BRANCO E OFF-WHITE: Remetem à ideia de paz e pureza. Dão a sensação de amplitude e limpeza, clareando o ambiente. Nestas tonalidades, temos alguns dos modelos da linha Berber, destacando o desenho das tramas e as texturas.


PRETO: Na decoração, a cor preta passa de coadjuvante para protagonista: ela se destaca no ambiente, com profundidade, sofisticação e ousadia. É um tom absoluto, sem nuances, que pode ser bastante versátil na combinação com outras tonalidades e confere conforto visual e aconchego, ao contrário do que muitos acreditam.


CINZA: o tom que é a mistura das “não cores”, branco e preto, é um dos mais versáteis e utilizados na decoração. Suas diversas nuances transmitem elegância, seriedade e neutralidade, sendo a base ideal para compor com outras cores.







Curtiu a matéria? Clique aqui para conferir a primeira parte da matéria e nossa seleção de tapetes azuis, verdes e terrosos!



Encontre o modelo perfeito para você:


RJ - CasaShopping: Av. Ayrton Senna, 2150 - Bloco H, Lojas H, I, J

Whatsapp para orçamentos: (21) 2108-8122


SP - Al. Gabriel Monteiro da Silva, 887 - Jardim América

Whatsapp para orçamentos: (11) 3060-2110


Commentaires


bottom of page